DICAS DE SAÚDE II

Aqui você encontrará respostas para as dúvidas mais freqüentes relacionadas com a sua saúde.

Quais são os Métodos Anti-concepcionais ?

1) Oghino-Knaus ("tabelinha")

Consiste em determinar o período em que a fertilidade da mulher é maior, através do seu ciclo menstrual.
Entende-se ciclo menstrual completo o período entre o início da menstruação (1o dia menstrual) até o início da próxima menstruação.
A ovulação ocorre sempre no 14o dia após o primeiro dia do ciclo menstrual.
Assim, o período compreendido entre o 8o e o 20o dia será o de maior fertilidade da mulher.
A fertilidade cresce a partir do 8o dia, atingindo o seu máximo no 14o dia (dia da ovulação), decaindo a seguir até o 20o dia.

Estamos considerando que:

1) o ciclo menstrual da mulher é regular e igual a 28 dias
2) este intervalo de fertilidade pode ser maior devido a três fatores que podem ocorrer:
a) espermatozóides encontrando meio favorável podem viver no organismo feminino por 48 horas (para alguns autores até 72); assim, coito no 12o dia e ovulação no 14o dia poderá haver fecundação.
b) o óvulo tem sobre vida de 24 horas; assim, sendo a ovulação no 14o dia e o coito no 15o poder;a ocorrer fecundação.
c) o próprio ato sexual, por estímulos neuro-hormonais, pode antecipar a ovulação e consequentemente a fecundação.

2) Lavagem Vaginal pós-coito

Consiste numa ducha vaginal imediatamente após o coito, de preferência com água fria, para criar maior hostilidade aos espermatozóides.

3) Coito interrompido

Consiste na interrupção do coito de tal sorte que a ejaculação não ocorre dentro ou nas proximidades da vagina.
Método usado para casais com grande controle, porém com falha grande de até 25 %.
É um método preocupante para a mulher que fica tensa pensando se o companheiro conseguirá interromper o ato no momento certo e mesmo frustrante, pois quando a mesma iria atingir seu orgasmo, ocorre a interrupção do ato sexual.

4) Espermicidas ou espermaticidas

Produtos químicos, sob a forma de pomadas, óvulos ou esponjas, colocados na vagina cerca de 10 a 15 minutos antes do coito e permanecendo na mesma por 6 a 8 horas, evitando portanto a lavagem ou ducha pós-coital.

5) Diafragma

Material plástico colocado na vagina previamente ao coito e devendo permanecer na mesma por mais de 8 horas.
Cada vagina tem uma medida adequada de diafragma, o que é feita pelo seu ginecologista, que também ensinará sua colocação.
Método hoje muito utilizado como contraceptivo particularmente nas pacientes com rejeição ao DIU e anticoncepcionais.

6) DIU (dispositivo intrauterino)

Colocação intraútero, por médico, de material plástico com fio de cobre (hoje na sua grande maioria) constituindo um bom meio de anticoncepção.
Algumas pacientes apresentam rejeição ao mesmo, representada por aumento de perdas sangüíneas, cólicas e às vezes até a explusão do DIU.
Método muito usado para pacientes que não podem ou não toleram pílulas, como cardiopatas, nefropatas, obesas, etc.

7) Anticoncepcionais hormonais

Atualmente, constitui o método de maior uso devido a sua grande variedade de medicamentos, quer por via oral, quer por via intramuscular.
Por via oral há várias marcas disponíveis no mercado, havendo hoje a preferência por anticoncepcionais de baixa dosagem.
Geralmente, inicia-se tomando no 1o dia do ciclo, ou seja, no 1o dia menstrual. Há também os que começam no 5 dia.

8) Associação de métodos anticoncepcionais

Por exemplo:
- Oghino-Knaus + coito interrompido + lavagem pós coito
- DIU + coito interrompido + ducha vaginal
Importante: a lavagem pós-coital não pode ocorrer com diafragma e espermicidas.
CONTINUA